É sabido que o hipertireoidismo causa perda óssea. Quando os níveis de hormônio da tireoide são muito altos (T3, em particular), o corpo entra em modo acima do normal. E, como vimos, os hormônios da tireoide regulam o processo de remodelação óssea.

A deficiência de selênio pode causar hipertireoidismo devido à sua relação com as enzimas deiodinase. Lembre-se de que essas enzimas regulam a quantidade de T3 que circula em nossos corpos – nem muito nem muito pouco.

Em outras palavras, as enzimas deiodinase ativam E desativam os hormônios da tireoide. Portanto, se você já possui T3 em excesso, não obter selênio suficiente significa que não poderá regular esse excesso.

Isso desencadeia uma cadeia negativa de eventos para os seus ossos. Quando seus níveis de T3 estão muito altos (hipertireoidismo), o processo de remodelação óssea acelera. E como é muito mais rápido quebrar ossos velhos do que construir ossos novos, o resultado é uma perda considerável de ossos.

De fato, o aumento da quebra óssea devido ao hipertireoidismo pode causar uma perda de cerca de 10% da massa óssea por ciclo de remodelação. E seu ciclo médio de remodelação óssea leva 24 semanas … Então, isso significa que você pode perder até 20% de massa óssea em um ano!

Você pode ver como isso levaria rapidamente à densidade mineral óssea reduzida (DMO). Portanto, manter o nível correto de selênio é crucial para a função tireoidiana saudável e a saúde óssea.

Mas não se preocupe, abordaremos qual é o nível certo de selênio um pouco mais abaixo na página!